TOP
Image Alt

Estúdio Siamo

Ilustração de pessoa mergulhando em oceano com tubarões e vírus covid-19

Como o conteúdo customizado ajuda a construir valor para marcas em tempos de crise

 
Crises podem ser desencadeadas por diversos fatores, mas independentemente de sua natureza, elas têm um aspecto em comum: sua imprevisibilidade.

O ano de 2020 tem sido uma grande lição nesse sentido. De um dia para outro, empresas tiveram que alterar sua rotina, modificar processos de trabalho e se adaptar rapidamente para sobreviver aos desafios impostos por uma pandemia. 

Modelos de negócio foram revistos, eventos físicos migraram para plataformas digitais e fábricas passam a produzir itens que antes sequer faziam parte de seu portfólio.  Enquanto marca, como lidar com esses eventos inesperados, que trazem rupturas significativas como as que estamos vivendo neste momento?  A resposta envolve um planejamento que integra diversas iniciativas e diferentes setores de uma empresa. Mas, certamente, também passa pela produção de conteúdo estratégico para comunicar com eficiência o propósito da marca e, sobretudo, transformar esse propósito em ações que ofereçam soluções para os problemas de seu público. Então, como a marca deve se comunicar em um cenário de crise? Qual é a melhor estratégia de conteúdo para manter a relevância, construir valor e fazer a diferença na vida de seus clientes?  

 
Primeiro passo: adaptar o discurso

Se marcas são como pessoas, sua comunicação deve ser humanizada. Isso nunca pode se perder de vista. Por isso, em um contexto de crise, é fundamental adaptar a linguagem em seus canais. Esqueça o discurso vendedor, não é o momento para isso. É preciso acompanhar as mudanças com agilidade e demonstrar empatia em seu tom de voz para se conectar de fato com as pessoas. 

 
Entenda as necessidades e urgências de seu público

É isso que os consumidores estão esperando: uma comunicação coerente, transparente e que traga resultados práticos para suas vidas.  Uma pesquisa realizada em março pela Kantar, empresa de inteligência de mercado, apontou quais são as expectativas dos brasileiros em relação às marcas neste momento de isolamento social. Os resultados são um norte para direcionar a estratégia de conteúdo:

  • 78% dos consumidores querem saber o que as marcas estão fazendo para ajudar seus funcionários;
  • 75% desejam ser informados sobre as iniciativas das para ajudar comunidades;
  • 71% afirmam que conteúdos sobre o que as marcas estão fazendo para o benefício de seu próprio público;
  • 82% acredita que as empresas devem comunicar seus valores neste momento;
  • 71% dos consumidores disseram que não se deve aproveitar o momento para promover seu negócio. 
 
Conteúdo tem que ser estratégico para ser eficiente

Depois de entender as necessidades de sua audiência, só há um caminho para entregar essas informações de maneira eficiente: conteúdo de qualidade. E ele deve ser desenvolvido nos formatos e canais mais adequados, por meio de uma estratégia bem planejada, com ações de curto, médio e longo prazo, que ofereça às pessoas o que elas precisam: conhecimento e dicas educativas para facilitar suas rotinas e ajudar em seus negócios, de acordo com o propósito de cada marca, é claro.  É assim que uma marca se aproxima ainda mais de seu público e se torna uma referência, uma autoridade na área em que atua.  Quando tudo passar e a crise for superada, é à sua marca que os consumidores continuarão recorrendo e, sobretudo, confiando. 

 


 

Quer  saber mais sobre como criar conteúdo qualificado para sua marca? Fale conosco.  

 


 
Texto: Roberta Benzati
Ilustração: Ana Megda